EUA vão simplificar a admissão de refugiados ucranianos

21 de abril de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Mais refugiados ucranianos poderão vir para os Estados Unidos sob um novo plano anunciado pelo governo Biden na quinta-feira.

Até agora, muitos ucranianos tentaram entrar pela fronteira com o México, mas o novo plano tornará essa rota mais difícil ao mesmo tempo em que simplifica os pedidos.

Cerca de 3.300 ucranianos buscaram refúgio na fronteira sul em março, informou a agência de notícias Reuters.

Os EUA esperam cerca de 100.000 refugiados, com 15.000 já no país desde que a guerra começou em 24 de fevereiro.

“Estamos orgulhosos de cumprir o compromisso do presidente [Joe] Biden de receber 100.000 ucranianos e outros que fogem da agressão russa”, disse o secretário de Segurança Interna, Alejandro Mayorkas, em comunicado.

Os EUA dizem que mais refugiados ucranianos querem permanecer perto da Ucrânia porque esperam voltar um dia.

Para se qualificar no novo programa “Unindo pela Ucrânia”, que começa na próxima semana, os candidatos devem estar na Ucrânia em 11 de fevereiro, ter um patrocinador familiar, estar vacinados e passar por uma verificação de antecedentes.

Se for permitido entrar, os refugiados poderão permanecer por até dois anos. Eles não estarão no caminho da cidadania.

Fontes