EUA sancionam quatro indivíduos do Sudão do Sul e EI

Fonte: Wikinotícias

21 de junho de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

No dia 20, os Estados Unidos sancionaram dois indivíduos do Sudão do Sul e da organização terrorista Estado Islâmico em conexão com crimes sexuais em áreas de conflito.

Neste dia, a Casa Branca emitiu um comunicado em nome do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e anunciou que anunciaria sanções em conexão com o Dia Mundial pela Erradicação de Crimes Sexuais em Áreas de Conflito.

Esta é a primeira vez que os Estados Unidos impõem sanções a agressões sexuais em uma área de conflito.

De acordo com o Departamento do Tesouro dos EUA, os cidadãos sul-sudaneses na lista de sanções são um político e um soldado, cujos sindicatos militares cometeram sequestro, escravidão sexual e estupro de dezenas de civis.

Em particular, o Departamento do Tesouro apontou que mais de 2.700 mulheres e crianças estão desaparecidas.

O presidente Biden prometeu apoiar sobreviventes de violência sexual em áreas de conflito e responsabilizar os perpetradores.

Neste dia, os que estiverem na lista de sanção terão seus bens nos Estados Unidos congelados e serão proibidos de fazer negócios com americanos.

Fontes