Banco Mundial: inflação dos preços dos alimentos excedeu a inflação global em 76% em 166 países

Fonte: Wikinotícias

2 de dezembro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A inflação dos preços dos alimentos excedeu a inflação global em 76% em 166 países, de acordo com o Banco Mundial, que ainda aponta que os países mais afetados estão na África, América do Norte, América Latina, Sul da Ásia, Europa e Ásia Central.

A inflação superior a 5% é sentida em 52,4% dos países de rendimento baixo, 88,6% dos países de rendimento médio-baixo e 61% dos países de rendimento médio-alto.

Conflito Israel-Hamas

A Guerra Israel-Palestina deixa o Banco Mundial preocupado. Segundo a entidade, há um "risco fundamental" de que a escalada do conflito no Oriente Médio leve a um aumento generalizado nos preços. "Isto [o conflito] pode levar a preços mais elevados do petróleo, o que por sua vez aumentaria os custos de produção e transporte de alimentos e fertilizantes. Além disso, se os preços do gás natural e do carvão aumentarem ou se o conflito afetar os principais exportadores de fertilizantes à base de azoto da região, os preços dos fertilizantes também poderão aumentar, afetando ainda mais os custos dos alimentos", diz a instituição.

Focos de fome

Segundo o Banco Mundial, 22 países e territórios exigirão ação urgente até abril de 2024, entre eles Burkina Faso, Mali, Palestina, Sudão do Sul e Sudão, que são os focos de fome de maior preocupação, com um número significativo de pessoas em risco de falta de alimentos. "Estes países também foram destacados como sendo os mais preocupantes na atualização anterior de maio de 2023, com exceção da Palestina, que foi adicionada devido à grave escalada do conflito no mês passado", diz a entidade.

Fontes[editar | editar código-fonte]