EUA aumentam ajuda à Ucrânia para combate ao COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Os Estados Unidos aumentaram o financiamento para projetos de combate à pandemia de COVID-19 na Ucrânia para quase US$ 17,3 milhões. Isso foi anunciado nesta terça-feira (14) no Facebook pela Embaixada dos EUA na Ucrânia.

“Os Estados Unidos continuam apoiando a Ucrânia na luta contra a pandemia de COVID-19 e suas consequências. No início deste mês, os Estados Unidos anunciaram um aumento no financiamento, de US$ 15,5 para US$ 17,3 milhões. Essa nova parte do financiamento, de quase US$ 1,8 milhão, visa apoiar as atividades da Organização Internacional de Migração (OIM) no leste da Ucrânia, ajudando as pessoas deslocadas internamente e outras categorias da população afetadas”, afirmou o relatório.

Lembre-se de que, em 14 de maio, desde o início da pandemia de COVID-19 na Ucrânia, os Estados Unidos forneceram assistência humanitária, equipamento e suporte técnico no valor de US$ 14,5 milhões.

“A Ucrânia, os Estados Unidos e o mundo inteiro estão travando uma batalha sem precedentes contra a pandemia de COVID-19, e os Estados Unidos estão na vanguarda ao apoiar países de todo o mundo a superar essa ameaça mortal”, disse Christina Quinn, encarregada de negócios dos EUA na Ucrânia em uma mensagem de vídeo.

Susan Kutor, diretora interina da missão da USAID na Ucrânia, enfatizou em 14 de maio que US$ 2,4 milhões serão fornecidos a pessoas desprotegidas na Ucrânia, incluindo migrantes e refugiados, como alimentos e produtos essenciais. A assistência a essas categorias de pessoas virá através de iniciativas voluntárias e administrações regionais, disse ela.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit