Dilma Rousseff é vaiada por parlamentares em discurso no Congresso Nacional

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A presidente da república Dilma Rousseff discursando no Congresso, enquanto parlamentares mostram cartazes contra a volta da CPMF.

3 de fevereiro de 2016

Brasília — A presidente da república em exercício, Dilma Rousseff, fez um discuso no Congresso Nacional na volta do recesso parlamentar ontem, dia 2. A presidente usou o discurso para pedir aos parlamentares a volta da CPMF, o que lhe rendeu vaias por parte dos congressistas.

Além de defender a volta do imposto, Dilma também defendeu uma meta fiscal flutuante, para resolver o problema no superavit nas contas do governo; a reforma da previdência social, um teto para os gastos públicos e a prorrogação da DRU, o que permitirá o governo gastar 20% da arrecadação da forma como quiser. A presidente também tocou no assunto sobre o surto de zika que acontece no país, doença transmitida através do mosquito Aedes aegypti. A doença é relacionada com os casos de microcefalia que vêm acontecendo no país.

Ao chegar ao congresso, Dilma foi recebida pelo presidente do senado Renan Calheiros, o presidente do STF Ricardo Lewandowski, e o presidente da câmara Eduardo Cunha. Dilma cumprimentou todos com um beijo no rosto, exceto Eduardo Cunha, que limitou-se apenas a cumprimentá-lo com um aperto de mãos. Cunha iniciou o processo de impeachment de Dilma no ano passado.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati