Dezenas de mortos em atentado no Irão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de outubro de 2009

Teerã, Irã — Pelo menos 31 pessoas mortas e outras tantas feridas é o saldo provisório de um ataque suicida praticado hoje contra a Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica, na região sudeste desse país. O grupo rebelde sunita Jundolahh (Soldados de Deus) assumiu o atentado minutos depois do ocorrido. Ainda assim, a própria Exército dos Guardiães da Revolução Islâmica acusou forças estrangeiras de terem responsabilidade no ataque, ao indicar que o atentado estaria vinculado aos Estados Unidos. A televisão estatal iraniana tambpem jogou um manto de suspeitas sobre o Reino Unido, como "inimigo do Irã".

Entre as vítimas fatais encontram-se dois militares de alto escalão da força iraniana, numerosos civis e líderes tribais. O terrorista suicida detonou a carga explosiva presa ao seu corpo durante uma reunião de chefes tribais sunitas e xiitas na cidade de Pishin, na província de Sistán-Baluchistán.

Apesar das acusações provenientes das forças iranianas, o governo dos EUA emitiu um comunicado de repúdio ao atentado e negou qualquer implicação no mesmo. Ian Kelly, Porta-voz do Departamento de Estado disse que "as informações que apontam a uma participação estadunidense são absolutamente falsas".

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati