Deputado brasileiro chama Presidente Lula de homossexual

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de junho de 2005

Brasil — O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) fez um inflamado discurso na Câmara de Deputados do Brasil, ontem pela manhã e chamou o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva de homossexual.

Durante seu discurso na Câmara Bolsonaro teria dito:

Senhor presidente [Presidente da Câmara dos deputados], o senhor tem um trabalho muito forte nesta Casa contra a legalização do casamento homossexual. Todo mundo apenas fala do gay, já reparou? Do homossexual ativo ninguém fala, apenas dos boiolas. Senhor presidente [Presidente da Câmara], temos de começar a desmascarar este governo: se a corrupção existe nesta Casa, quem a pratica, o homossexual ativo, é o presidente Lula. Temos de começar um movimento para desbancar o presidente da República. Não queremos homossexual passivo nem ativo neste governo.(Loudspeaker.png áudio)

Segundo o jornal O Estado de São Paulo o Partido dos Trabalhadores (PT) disse que o deputado cometeu falta de decoro parlamentar e estuda entrar com um pedido de punição contra ele.

O deputado criticou o ex-ministro José Dirceu: Vamos deixar de primarismo. José Dirceu voltou a esta Casa. A especialidade dele é outra: terrorismo. Inclusive, fez curso em Cuba, de Fidel Castro, no auge das execuções em massa nos paredões. É também especialista em tortura, seqüestro e carro-bomba.

Bolsonaro também criticou a atual ministra da Casa Civil Dilma Rosset, a quem chamou de "pessoa técnica, especialista em assalto e furto".

O discurso do deputado Bolsonaro pode ser visto na íntegra no website da Câmara dos Deputados. [1]

Fontes