Demi Lovato completa outro período na reabilitação três anos após uma overdose quase fatal de heroína

8 de janeiro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Demi Lovato completou outra temporada na reabilitação quando 2021 chegou ao fim, três anos após sua overdose de drogas quase fatal de heroína misturada com fentanil. Uma fonte próxima ao artista confirmou que Lovato está em casa e “passando bem” depois de terminar silenciosamente outro retorno à reabilitação, relatou o New York Post.

Lovato, que usa os pronomes neutros, recentemente passou algum tempo em um centro de reabilitação em Utah para ajudar-lhe a tornar-se sóbrio, disse a fonte. Em dezembro, a celebridade não binária anunciou que se tornará oficialmente “sóbria”. Depois de adotar uma abordagem “sóbria na Califórnia” para se recuperar de seu abuso de drogas e álcool, Lovato de 29 anos revelou que não vai mais beber álcool ou fumar maconha com moderação. “Não apoio mais meus modos sóbrio da Califórnia”, escreveu Lovato em seu Instagram Story em dezembro. “Sóbrio é a única maneira de ser.”

Em março, Demi revelou que estava a poucos minutos da morte quando seu assistente encontrou-lhe na noite de sua overdose em 2018, dizendo à CBS Sunday Morning que “se ninguém lhe tivesse encontrado, não estaria aqui.” A overdose traumática deixou Lovato legalmente cego e com danos cerebrais após sofrer um ataque cardíaco e três derrames enquanto estava no hospital.

Demi Lovato (2017)

Quando questionado por um produtor de seu documentário no YouTube, Dancing With the Devil, se Lovato estava “totalmente sóbrio,” Demi disse que ainda fuma maconha e bebe “depois de lutar para chegar a um acordo com a ideia de que talvez nunca seja capaz de” obter algum alívio de uma substância novamente.

Aprendi que fechar a porta às coisas me dá vontade de abri-la ainda mais […] Aprendi que não adianta dizer: ‘Nunca mais vou fazer isso’ […] Eu realmente lutei com isso. Eu sei que estou farto das coisas que vão me matar. Mas eu gostaria de poder obter algum alívio, talvez através da erva ou algo assim. E dizendo a mim mesma que nunca poderei beber ou fumar maconha, sinto que isso me leva ao fracasso. […] Fiz isso na minha cabeça por tantos anos que uma bebida era equivalente a um cachimbo de crack. Tenho hesitado em compartilhar até agora que tenho fumado maconha e bebido com moderação.

Lovato admitiu que lutou para saber como e quando compartilhar essas informações com o mundo por uma série de razões - a primeira é que não queria que as pessoas 'criticassem-lhe' pela decisão, depois de ser considerado o “garoto(a) propaganda de sobriedade” nos anos após a overdose.

Também não quero que as pessoas ouçam isso e pensem que podem simplesmente sair e tentar beber ou fumar um baseado, porque não é para todos […] A recuperação não é uma solução única para todos. E você não deve ser forçado a ficar sóbrio se não estiver pronto. Você não deve ficar sóbrio para outras pessoas. Você tem que fazer isso por si mesmo.

Outras estrelas sóbrias, como o cantor Elton John, que está sóbrio há mais de três décadas, expressaram ceticismo em relação ao estilo de vida “sóbrio da Califórnia.”

“A moderação não funciona”, disse ele. “Desculpe. Se você beber, vai beber mais. Se você toma um comprimido, vai tomar outro. Ou você faz ou não.” Ele acrescentou: “A melhor coisa sobre Demi é que ela se abriu sobre seus vícios e seus problemas e o estresse e a pressão da fama em uma idade tão jovem, e muitas pessoas têm medo de se abrir sobre isso. Eu sinto que uma vez que você se abre sobre isso, você tira o macaco de cima de suas costas e você sai a céu aberto.”

Fontes