Daniel Silveira diz que a decisão sobre sua prisão deve ser técnica

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Daniel Silveira em 2019

Em sua terceira e última fala na sessão virtual, o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) afirmou que a discussão sobre a sua prisão deveria ser técnica. “Peço aos pares que não relativizem a imunidade parlamentar. Por mais duras que sejam as falas, o amadurecimento político vem depois”, disse.

Ele afirmou que alguns deputados discutem a questão de forma “beligerante” e que deputados acusados de crimes piores que o dele ainda não foram julgados nem pela Justiça nem pelo Conselho de Ética.

Silveira foi preso na terça-feira, em flagrante, após divulgar um vídeo nas suas redes sociais. O vídeo traz ofensas a ministros do Supremo Tribunal Federal, elogio à ditadura militar e ao Ato Institucional nº5, que reduziu as liberdades individuais e endureceu o regime.

Silveira é investigado no âmbito do inquérito de notícias falsas e foi preso em flagrante por crimes contra a segurança nacional. Ele já foi denunciado ao STF pelo Procurador-Geral da República e também sofre processo no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

“Li e reli a decisão do STF e ela está completamente equivocada, esse é o mérito da discussão. Se vamos apaziguar a Casa, não será com esse discurso beligerante. Me exauri nas minhas palavras mas me impressiona o avanço para o totalitarismo de um dos Poderes”, disse.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit