Crescimento de Portugal pode ficar acima de 2,5% este ano, diz União Europeia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

18 de julho de 2017

O comissário europeu dos Assuntos Econômicos, Pierre Moscovici, afirmou hoje (18) em Lisboa que "o progresso de Portugal é muito impressionante", antecipando um crescimento "acima de 2,5%" este ano e deixando uma mensagem de confiança no país. A informação é da agência Lusa.

Numa visita de um dia a Portugal e entre a reunião com o governador do Banco de Portugal e o encontro com o primeiro-ministro português António Costa, Moscovici deu uma coletiva de imprensa para contar "a tremenda história de sucesso" que a Comissão Europeia quer que Portugal seja na Europa.

"O progresso de Portugal é muito impressionante", disse o comissário europeu, que prevê que o déficit do país seja de 1,8% este ano e que o crescimento econômico "ficará provavelmente acima de 2,5% este ano".

Nas últimas previsões, a Comissão Europeia já tinha melhorado as suas projeções para os lusitanos, antecipando que o Produto Interno Bruto (PIB) crescesse 1,8% este ano e que o déficit orçamental se reduzisse também para os 1,8% do PIB.

Recuperação

Na frente econômica, a prioridade deve ser transformar a recuperação portuguesa “num crescimento duradouro", disse Moscovici, o que considerou ser possível, tendo em conta "a quantidade e a qualidade das exportações, o regresso do investimento e a explosão do turismo" e também o fato de "a zona euro estar a ficar mais forte".

"Estou otimista, estou impressionado. Os sinais de que a economia portuguesa está numa situação sólida são muito fortes", afirmou ele, acrescentando no entanto que "estes esforços têm de ser continuados e que é preciso resolver o problema das desigualdades".

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati