Covid-19: após desenvolver vacina, faturamento da BioNTech aumenta 74 vezes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de maio de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A BioNTech, companhia alemã que desenvolveu uma vacina BNT162b2 contra covid-19 com a Pfizer, faturou 1,12 bilhões de euros no primeiro trimestre deste ano, o que significa uma faturamento cerca de 74 vezes maior que o do ano passado.

O resultado, segundo a Euronews em seu Faceboook, é "essencialmente graças à vacina contra a covid-19".

A BioNTech espera, ainda, aumentar a produção do imunizante para três bilhões de doses até o final deste ano e, segundo comunicado oficial, até o dia 06 passado a empresa já havia fornecido 450 milhões de doses da vacina BNT162b2 para 91 países e territórios em todo o mundo, de um total de 1,8 bilhão doses que estão contratadas para este ano.

Expansão

A BioNTech anunciou também que vai expandir seus negócios na Ásia com a construção de uma fábrica que começará a produzir vacinas em 2023.

Ugur Sahin, diretor-executivo da BioNTech, disse que era preciso deixar claro que a nova empresa em Singapura não ajudaria a suprir o mercado mundial de vacinas contra covid-19 nos próximos 12 meses e que isto só poderia ser resolvido aumentando significativamente a produção atual. "Foi o que fizémos e o que continuaremos a fazer nos próximos 12 meses", disse.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit