Covid-19: Aumenta a mortalidade na Suécia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Um grupo de pesquisadores e profissionais de saúde e ciência suecos, chamando a si mesmo de Vetenskapsforum (Fórum de Ciência) 19, discorda da abordagem não convencional do governo sueco de rejeitar o uso de máscaras faciais, dizendo que elas dão falsa segurança.

“A mortalidade na Suécia excedeu em muito a mortalidade observada em outros países nórdicos”, afirma o grupo em seu site. “A Suécia está atualmente entre os países com o maior índice de mortalidade per capita por COVID-19.” Na verdade, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, as taxas de mortalidade da Suécia a colocam em 17º lugar entre os 191 países do mundo.

Com quase 6.000 mortes - cerca de metade das pessoas em suas instalações de idosos, onde 7 por cento dos residentes morreram - a taxa de mortalidade sueca (58,12 por 100.000), ajustada para a população, é cinco vezes maior que a vizinha Dinamarca (11,83 por 100.000), quase 12 vezes mais alto que o da Noruega (5,23 por 100.000) e apenas um pouco melhor do que o dos EUA (67,28 por 100.000). A taxa de infecção por coronavírus do país também permanece muito mais alta - o dobro da Dinamarca e três vezes mais alta que a da Noruega, os quais incentivam o uso de máscara.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com