Correa agradece condenação do Brasil para ataque contra as FARC

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os presidentes Rafael Correa, do Equador, e Luiz Inácio Lula da Silva, antes da reunião para discutir a crise diplomática que envolve os governos equatoriano, colombiano e venezuelano. Autor: Ricardo Stuckert/PR

6 de março de 2008

Brasil

O Presidente do Equador, Rafael Correa, expressou agradecimento ao Brasil por este ter condenado a operação militar da Colômbia perto da fronteira em território equatoriano.

Segundo a Agência Brasil, Correa disse citando o Presidente Lula e o Ministro das Relações Exteriores Celso Amorim: "Sem titubear, sem duvidar, sem esperar que mentirosos tratem de justificar o injustificável, condenaram a agressão".

De acordo com a Agência Brasil:"o presidente do Equador disse que espera uma reação mais forte assim que ficarem esclarecidas as condições da ação armada".

Correa negou o envolvimento de seu governo com a narcoguerrilha das FARC e disse que seu país está tomando providências para uma solução pacífica.

Fontes