Coronel que comandou o massacre do Carandiru em São Paulo é encontrado morto

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de setembro de 2006

São Paulo, Brasil — O deputado estadual Coronel Ubiratan Guimarães (PTB-SP), responsável pelo massacre de 111 presos na Casa de Detenção do Carandiru em 1992, foi encontrado morto em sua casa, no Jardins, bairro nobre de São Paulo.

O corpo de Ubiratan foi achado por um assessor parlamentar no final da noite de domingo, 10 de setembro. Ele estava enrolado numa toalha de banho, com uma marca de tiro no lado direito do peito, seu corpo apresentava rigidez cadavérica, ou seja, estava morto a menos de 12 horas. O deputado era candidato a reeleição para a Assembléia Legislativa de São Paulo.

Sua morte será investigada pelo 78º DP da capital paulista.

Fontes