Confrontos seguem na Faixa de Gaza, apesar da resolução da ONU

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de janeiro de 2009

Nesta quinta-feira (8), o Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou um pedido de cessar-fogo imediato e duradouro na Faixa de Gaza. Entretanto, nem Hamas, nem o Exército de Israel, baixaram as armas, e os confrontos continuam.

O documento, elaborado pelo Reino Unido em colaboração com a França e países árabes, expressa o apoio dos membros do organismo das Nações Unidas ao plano proposto pelo Egito, que assinala "a urgência" e "faz um apelo ao cessar-fogo imediato, duradouro e plenamente respeitado, que leve à completa retirada das forças israelenses de Gaza". Dos quinze votos, catorze foram favoráveis, sendo que os Estados Unidos se abstiveram.


Cquote1.png

Israel agiu, agirá e seguirá agindo somente de acordo com suas próprias considerações, com as necessidades de segurança de seus cidadãos e com seu direito de se defender

Cquote2.svg
Tzipi Livni, ministra de Relações Exteriores de Israel




Fontes