Confirmados primeiros casos de COVID-19 em Bascortostão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de março de 2020

Hospital em Salavat

Em Bascortostão foram confirmados três casos de COVID-19. Os infectados são de Dyurtyuli e a capital Ufá. As primeiras informações surgiram das redes sociais do Chefe da República Radiy Khabirov. Dois dos pacientes chegaram do exterior, um foi constantemente a Moscou para trabalhar.

Todas pessoas que chegarem do exterior devem cumprir quarentena por um período de quatorze dias e serão testadas gratuitamente. Para esses fins, diversos laboratórios e também hospitais nas cidades de Sterlitamak e Neftekamsk receberam permissão para trabalhar com o novo vírus SARS-CoV-2.

Medidas restritivas foram introduzidas na república, como o fechado de cinemas e teatros. O número de participantes nos eventos é limitada de 250 a 50 pessoas. Essa proibição se aplica a reuniões operacionais no governo, no distrito urbano de Ufá, bem como reuniões da Assembleia Estadual-Kurultay na Bielorrússia. Algumas empresas e organizações permitiram que seus funcionários trabalhassem à distância.

A possibilidade de tomar medidas restritivas adicionais à medida que a situação se desenvolve não está descartada. Em 24 de março, 63 pessoas eram suspeitas de coronavírus no Bascortostão, incluindo 6 crianças.

Notícia relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com