Começa em São Paulo segunda etapa da vacinação contra HPV

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agência Brasil

8 de setembro de 2015

A aplicação da segunda dose da vacina contra o papilomavírus humano (HPV), vírus que pode causar câncer de colo do útero, começa hoje (8) em todo o estado. A estimativa é que 558 mil meninas com idades entre 9 e 11 anos, que já receberam a primeira dose da vacina, sejam imunizadas.

Na primeira fase, a vacinação atingiu 58% do público-alvo. Quem não foi vacinada, pode procurar os postos de saúde, pois a primeira dose da vacina ainda está disponível. A meta continua sendo imunizar 726,1 mil garotas, que respondem por 80% do público nessa faixa etária.

A imunização também é feita nos Serviços de Atenção Especializada em HIV/Aids e nos Centros de Referência para Imunobiológicos especiais, sendo exigida a apresentação de algum documento. As garotas e mulheres portadoras do vírus HIV, com idade entre 9 e 26 anos, podem tomar duas doses, em um intervalo de dois meses, e devem esperar seis meses em relação à primeira aplicação.

Vírus[editar]

O papilomavírus humano é um vírus contagioso que pode ser transmitido com uma única exposição, por meio de contato direto com a pele ou mucosa infectada. Sua principal forma de transmissão é via relação sexual, mas também há contagio entre mãe e bebê durante a gravidez ou o parto.

Inicialmente assintomática, a infecção por HPV pode evoluir para lesões de pele e mucosas e, em alguns casos, também ocasiona o surgimento de verrugas genitais. Quando não tratada corretamente, essas lesões podem evoluir para um quadro de câncer genital, como o câncer de colo de útero.

Notícias Relacionadas[editar]

Fonte[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati