Comandante da Polícia Nacional da Ilha de Luanda acusado de torturar manifestantes em Angola

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

Comandante Geral da PN diz que caso seja identificado o acusado será responsabilizado.

24 de novembro de 2014

O comandante da Polícia Nacional na Ilha de Luanda é acusado de torturar a activista Laurinda Gouveia e mais um companheiro, Óscar Fernandes, com barras de ferros e ameaça-los de morte caso voltem a se manifestar.

Segundo a activista os efectivos encontraram-na ontem, domingo, 23, a filmar jovens no largo Primeiro de Maio quando se manifestavam a exigir a demissão de José Eduardo dos Santos no poder há 35 anos. De imediato foi detida e levada até a uma escola onde mais sete oficiais superiores da Policia Nacional começaram a lhe bater com barras de ferros e cabos eléctricos.

“Começaram a dizer que já tinham raiva de mim porque eu é que agito os miúdos para se manifestarem e perguntavam quanto é que me pagam para manifestar, eu dizia que nada, mesmo assim continuaram a bater e entre eles consigo reconhecer o comandante da ilha porque já nos tinha prendido e eu lhe reconheço bem”, Laurinda Gouveia.

A activista disse que foi mesmo ameaçada de morte caso volte a se manifestar.

A VOA contactou o Comissário-Chefe Ambrósio de Lemos, Comandante Geral da Policia Nacional que, sem gravar entrevista, disse não ser de bom grado que um policia recorra a esta prática e que caso seja identificado será severamente responsabilizado.

De recordar que até ao momento apenas o Bloco Democrático manifestou-se contra o espancamento da activista Laurinda Gouveia e de Óscar Fernandes.

As duas manifestações convocadas pelo Governo de Luanda e pela Juventude do MPLA foram realizadas sem qualquer acidente, tal como a marcha da Casa-CE.

Entretanto, os jovens do Conselho dos Activistas Revolucionários que exigem a demissão de José Eduardo dos Santos no poder há 35 anos, foram agredidos pela polícia nacional e agentes dos serviços secretos de Angola.

Notícias Relacionadas

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati