Colômbia propõe troca de guerrilheiros presos por Betancourt

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Presidente Álvaro Uribe. Foto: Agência Brasil

28 de março de 2008

A Colômbia vai libertar centenas de guerrilheiros, caso os rebeldes soltem a ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, que sofre com problemas de saúde após permanecer refém por quase 6 anos em acampamentos secretos na selva. A medida foi anunciada pelo alto comissário para a Paz, Luis Carlos Restrepo, e está prevista em decreto assinado pelo ministro do Interior e da Justiça, Carlos Holguín Sardi.

O presidente Álvaro Uribe assinou um decreto no final da quinta-feira permitindo a libertação de guerrilheiros presos se a franco-colombiana Betancourt, sequestrada durante a campanha eleitoral de 2002 e que estaria com hepatite B, também for solta, disse Restrepo. "Basta simplesmente que a doutora Ingrid Betancourt seja libertada para considerarmos que o acordo humanitário está vigente e, neste sentido, conceder os benefícios da suspensão condicional da pena dos membros do grupo guerrilheiro", disse.


Fontes