Colômbia: 7 soldados se declaram culpados de estuprar adolescente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de junho de 2020

Sete soldados colombianos se declararam culpados, em uma audiência fechada, pelo estupro coletivo de uma menina indígena de 13 anos de idade.

De acordo com um relatório do The New York Times, uma porta-voz militar disse que os militares não forneceriam advogados para os homens porque as acusações não tinham "relação com seu trabalho como soldados".

O The Guardian relata que os homens podem receber sentenças de prisão entre 16 e 30 anos.

A menina, da comunidade Embera, foi encontrada na segunda-feira depois de desaparecer de sua casa.

A ativista de direitos humanos Aida Quilcue disse: "Sabemos que este não é um problema isolado".

As forças armadas da Colômbia têm uma longa história de abuso contra mulheres e povos indígenas.

"A Colômbia deve ser impiedosa com os agressores sexuais de menores, adolescentes e mulheres", postou no Twitter Marta Lucia Ramirez, a primeira vice-presidente do país.

Fontes

  • [1] 7 Colombian Soldiers Plead Guilty to Raping Girl, 13, VOA, 27 de junho de 2020.


Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com