Cinco pessoas morrem em confrontos com a polícia no centro de Caracas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de outubro de 2014

Venezuela

Pelo menos cinco pessoas morreram e uma dezena foi detida em confrontos ontem (7) no centro da capital venezuelana, entre um grupo de civis armados e a polícia. Os confrontos ocorreram na sequência de uma operação policial no Edifício Manfredir de Quinta Crespo, onde funciona o Coletivo Escudo da Revolução. Na operação, duas pessoas morreram, entre elas José Odremán, ex-sargento da extinta Polícia Metropolitana e líder daquele grupo de civis armados.

Em seguida, várias pessoas conseguiram subjugar três funcionários do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (antiga Polícia Técnica Judiciária), levando-os à força para dentro do edifício. Policiais tentaram a libertação dos colegas, o que provocou novos confrontos em que morreram mais três pessoas.

Alguns portugueses informaram, por telefone, à Agência Lusa, que a situação "esteve tensa" no centro da cidade e que em vários momentos foram ouvidas rajadas de tiros. Segundo a imprensa venezuelana, o líder do coletivo era procurado pelas autoridades por homicídio e, durante a operação, foram apreendidas várias armas de fogo.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati