Cinco pessoas morrem em confrontos com a polícia no centro de Caracas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de outubro de 2014

Venezuela

Pelo menos cinco pessoas morreram e uma dezena foi detida em confrontos ontem (7) no centro da capital venezuelana, entre um grupo de civis armados e a polícia. Os confrontos ocorreram na sequência de uma operação policial no Edifício Manfredir de Quinta Crespo, onde funciona o Coletivo Escudo da Revolução. Na operação, duas pessoas morreram, entre elas José Odremán, ex-sargento da extinta Polícia Metropolitana e líder daquele grupo de civis armados.

Em seguida, várias pessoas conseguiram subjugar três funcionários do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (antiga Polícia Técnica Judiciária), levando-os à força para dentro do edifício. Policiais tentaram a libertação dos colegas, o que provocou novos confrontos em que morreram mais três pessoas.

Alguns portugueses informaram, por telefone, à Agência Lusa, que a situação "esteve tensa" no centro da cidade e que em vários momentos foram ouvidas rajadas de tiros. Segundo a imprensa venezuelana, o líder do coletivo era procurado pelas autoridades por homicídio e, durante a operação, foram apreendidas várias armas de fogo.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati