Cientistas explicam as razões para a possível reinfecção de COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

22 de agosto de 2020

Especialistas do Massachusetts General Hospital (EUA) explicaram os motivos da possível reinfecção do coronavírus.

No decorrer de um estudo com pacientes falecidos com Covid-19, descobriu-se que, quando infectados com um vírus, os centros germinativos, responsáveis ​​pela imunidade ao vírus, não se formam no corpo humano. A imunidade do paciente ao coronavírus não é persistente, o que pode levar à reinfecção.

Os médicos estudaram os gânglios linfáticos torácicos e o baço de pacientes falecidos. O estudo mostrou que durante a doença, as células T auxiliares não se formam nos gânglios linfáticos.

De acordo com o estudo, as células T não se formam devido ao aumento do nível de citocinas. Por causa disso, os anticorpos do coronavírus, que se formam no corpo humano, não podem protegê-lo por muito tempo. Depois que os anticorpos desaparecem, uma pessoa pode ser infectada novamente.

No mundo, o número de casos de coronavírus ultrapassou 22,7 milhões, mais de 794 mil morreram, 14,5 milhões se recuperaram.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com