Ciclone Barra atinge categoria 3; ventos chegam a 185km/h

7 de dezembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A área de baixa pressão nomeada Barra, que fez os serviços meteorológicos da Irlanda e do Norte do Reino Unido emitirem alertas para ventos e chuvas fortes ontem, foi classificada ainda esta madrugada, pelo Joint Cyclone Center dos Estados Unidos, como um ciclone de categoria 3, ou seja, um super-ciclone, com ventos de cerca de 185km/h.

No entanto, conforme se aproximava da Irlanda, onde tocou solo esta tarde, o ciclone, segundo o Center, já tinha perdido parte da força e estava classificado como um ciclone extratropical C1, com ventos que, porém, tinham a força de um furacão, alcançando 135 km/h.

O fenômeno deve atingir fortemente também a costa noroeste do Reino Unido, mas há avisos vigentes também para ventos e agitação marítima no norte da Espanha, noroeste de Portugal e oeste da França. O Météo-France chamou os ventos do Barrra de "violentos" e avisou que no Canal da Mancha eles podem alcançar 110km/h.

Barra é a segunda tempestade nomeada para o Noroeste da Europa este ano.

Danos

Algumas escolas e centros de vacinação contra covid-19 tiveram que ser fechados na Irlanda e ainda não se sabe quando serão reabertos.

Inundações foram registradas em diversas cidades do sul do país e ao menos com 49.000 residências e empresas estavam sem luz esta tarde, com o chefe da Coordenação Nacional de Gestão de Emergências Keith Leonard dizendo que possivelmente parte dos serviços de energia só poderiam ser reestabelecidos amanhã, quando os alertas de perigo cessassem.

O meteorologista Gerry Murphy do Met Éireann disse hoje que a parte norte do país teria os ventos mais fortes esta noite.

Notícias Relacionadas

Fontes