Chuvas mais intensas em 44 anos causam mortes em Madhya Pradesh, na Índia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

2 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram


Autoridades de Madhya Pradesh, Índia, divulgaram pelo menos 24 fatalidades, enquanto outras 11.000 pessoas foram evacuadas pela Força Nacional de Resposta a Desastres (National Disaster Response Force - NDRF) devido às inundações generalizadas deste final de agosto, quando mais de 400mm de chuva foram registrados num único período de 24 horas, no dia 30, o que fez com que o rio Narmada, em Hoshangabad, subisse cerca de 2 metros acima da marca, indicando perigo, ontem.

Outros distritos duramente atingidos pelas enchentes incluem Raisen, Sehore, Bhopal, Vidisha, Chhindwara, Balaghat, Seoni, Katni, Sagar, Shivpuri e Ujjain. A Divisão de Gestão de Desastres da Índia (Disaster Management Division - DMD) disse que as enchentes nos últimos dias afetaram 33.000 pessoas em 1.906 aldeias e 28 distritos. Um total de 11.197 casas também foram danificadas.

O Departamento de Meteorologia (India Meteorological Department - IMD) anunciou que as chuvas foram 25% maiores que o normal para um mês de agosto, o maior índice do mês em 44 anos. De acordo com o IMD também, o recorde anterior de agosto para o estado foi estabelecido em 1983, quando as chuvas estavam 23,8 % acima do normal. "As chuvas extremamente fortes em Madhya Pradesh e outras partes da Índia central se devem principalmente a uma forte área de baixa pressão no oeste de Madhya Pradesh e no leste do Rajastão", disse o diretor-geral do IMD, M. Mohapatra.

"Esperamos que as chuvas diminuam gradualmente no centro da Índia, mas Gujarat pode sofrer chuvas muito fortes por mais um dia. Então, as chuvas aumentarão nas planícies do norte quando as monções se mudarem para o norte por volta de 2 de setembro."

Fonte

Nota: O The Watchers licenciava o conteúdo conforme seus Termos e Condições - Copyright, onde se lia que "exceto onde indicado de outra forma, o conteúdo do site The Watchers está licenciado sob a licença Creative Commons Atribuição-Compartilhamento Igual" (Creative Commons Attribution-Share Alike - CC BY-SA). Esta licença mudou para "Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License" (ver no rodapé do website) na semana de 14 de setembro de 2020.

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com