China diz a celebridades masculinas efeminadas para tornarem-se homens

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Huang Zitao (2014)

26 de setembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O governo da China proibiu homens afeminados na TV e disse às emissoras para promover a "cultura revolucionária", ampliando uma campanha para aumentar o controle sobre os negócios e a sociedade e impor a moralidade oficial. Pequim expande assim sua repressão à indústria de entretenimento, culpando os EUA pelo aumento de homens pouco masculinos

Celebridades masculinas, mesmo as que mais ganham dinheiro, estão mudando suas imagens aparentemente da noite para o dia, agora que a Administração Nacional de Rádio e TV da China e outras agências governamentais deixaram claro que homens que podem ser descritos como "niang pao", um termo depreciativo para homens afeminados, não são modelos de papéis mais adequados.

Novos controles governamentais exigem que as emissoras imponham um "padrão de beleza correto" e parem de contratar celebridades masculinas que não atendam aos critérios masculinos.

Huang Zitao pertenceu à boyband sul-coreana Exo, que se apresenta em coreano, mandarim e japonês, agora postou selfies nas redes sociais sem camisa, mostrando seus músculos, sem maquiagem nos olhos e sem brincos.

Jonathan Sullivan, professor de ciência política e diretor de Programas da China no Instituto de Pesquisa da Universidade de Nottingham na Ásia, chamou o desenvolvimento mais recente de "triste".

“O estilo pessoal era uma das poucas áreas em que a política não influenciava, e os jovens chineses eram livres para encontrar expressão individual”, disse ele à VOA Mandarin em uma mensagem de e-mail. “Se essa liberdade também está sujeita às circunscrições do Estado, acho que é um desenvolvimento bastante triste.”

Ma, um comentarista cultural chinês que pediu ao VOA Mandarin para usar apenas seu primeiro nome para sua segurança, disse que a última campanha visa garantir que a China tenha guerreiros prontos para qualquer ação militar futura. “As utoridades estão atacando a cultura dos homens maricas agora para garantir que eles tenham soldados viris suficientes para se preparar para possíveis guerras no futuro,” disse ele.

Fonte


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit