China adverte para iminência de "guerra fria" entre Washington e Pequim

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wang Yi, ministro das Relações Exteriores da China

Agência VOA

Bandeira dos Estados Unidos
Outras notícias sobre os Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos

24 de Maio de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, advertiu que as alegações dos Estados Unidos sobre a origem do novo coronavírus coloca Washington e Pequim "à beira de uma nova Guerra Fria".

Em declarações a jornalistas neste domingo, 24, Wang Yi afirmou que “além da devastação causada pelo novo coronavírus, um vírus político está a espalhar-se pelos Estados Unidos, que aproveita todas as oportunidades para atacar e difamar a China".

O chefe da diplomacia chinesa foi mais longe e disse que “certas forças políticas americanas estão a tornar reféns as relações entre a China e os Estados Unidos e conduzir os nossos dois países à beira de uma nova guerra fria".

Questionado por jornalistas, Wang Yi respondia assim diretamente ao Presidente americano que nas últimas semanas, voltou a acusar a China de não ter informado o mundo do novo coronavírus a tempo, o que a ter acontecido, segundo Donald Trump, evitaria a pandemia atual.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com