Chefe das FARC esteve na Venezuela, segundo ex-coronel venezuelano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de fevereiro de 2008

O tenente coronel venezuelano aposentado Jesus González Cazorla disse que viu um idoso, que parece ser o comandante máximo das FARC, Manuel Marulanda Vélez (Tirofijo), chegar escoltado à Venezuela, no começo de fevereiro deste ano. O evento teria ocorrrido no estado de Barinas, onde a família do Presidente Hugo Chávez tem propriedades.

Segundo Cazorla: "A poucos quilômetros da cidade do Barinas, um helicóptero da polícia de Miranda aterrissou em uma área desta zona em um imóvel de uma família de sobrenome González (...) apareceram duas caminhonetes (...) dali baixaram uns seis homens fortemente armados, vestidos de negro (...) e transladaram a um senhor idoso até uma das caminhonetes". Cazorla disse que tudo indica que esse senhor idoso era Manuel Marulanda (Tirofijo), comandante máximo das FARC.[1]

Jesus González Cazorla, que tem um escritório de detetives, disse que outras pessoas disseram ter visto "Tirofijo" em Barinas.

Cazorla disse que dias depois houve movimentação semelhante e que ela foi testemunhada por seus funcionários: "Na sexta-feira, às 4:30 da manhã, a caravana voltou para o mesmo sítio e por volta das 8:00 aterrissou o mesmo helicóptero trazendo esse senhor". O ex-tenente coronel disse ainda que no helicóptero “foram carregadas cinco caixas de madeira parecidas com as que são usadas na Venezuela para transportar fuzis novos”.[2]


Referências

  1. Em espanholCoronel en retiro Jesús González Cazorla dice que Chávez y "Tirofijo" se vieron "al parecer" en Barinas - TERRA/EFE
  2. Em espanholEx militar venezolano asegura que Hugo Chávez se reunió con 'Tirofijo' - Radio Caracol

Fontes