Casa Branca está preocupada com onda de antissemitismo na Europa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bandeira do Brasil
Outras notícias sobre os Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos
Localização dos Estados Unidos

13 de janeiro de 2015

Estados Unidos

A presidência dos Estados Unidos manifestou preocupação com a onda de antissemitismo na Europa, depois do atentado, na sexta-feira (9), contra um supermercado kosher (judaico) que causou a morte de quatro judeus. “O violento ataque contra a comunidade judaica na França, na tarde de sexta-feira (…), foi o último de uma série de incidentes muito preocupantes na Europa e, sobretudo, no mundo, que são o reflexo de uma vaga crescente de antissemitismo”, disse nessa terça-feira o chefe de gabinete da Casa Branca, Denis McDonough.

"Em nome do presidente [Barack Obama], estou aqui para afirmar a solidariedade da nossa nação com o povo francês e com a comunidade judaica na França e no mundo, para condenar veementemente os ataques violentos da semana passada" contra o jornal Charlie Hebdo e contra um supermercado judaico em Paris, acrescentou o representante norte-americano.

Denis McDonough falou a centenas de pessoas reunidas em uma sinagoga em Washington para homenagem às vítimas dos atentados na capital francesa. A cerimônia em que se manifestaram representantes do governo, do Congresso e o embaixador de França, Gérard Araud, foi organizada pela American Jewish Committee, uma associação da comunidade judaica norte-americana, considerada uma das maiores do mundo.

Obama foi criticado por não ter ido à histórica marcha contra o terrorismo que ocorreu no domingo (11) em Paris, após os atentados praticados por jihadistas, e que contou com a participação de vários líderes políticos mundiais. Na segunda-feira (12), a Casa Branca pediu desculpa por não ter enviado um representante como o secretário de Estado, John Kerry.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati