Candidata do Mississippi vence Miss USA pela primeira vez

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Asya Branch, a candidata do Mississippi, venceu ontem à noite o Miss USA 2020, este ano realizado mais tarde devido a pandemia de Covid-19. Ela foi a primeira representante de seu estado a vencer o concurso, além de ser a primeira mulher negra a ter sida escolhida na competência estadual

O evento aconteceu no complexo de Graceland, casa que um dia pertenceu ao falecido cantor Elvis Presley, que, por acaso, nasceu no Mississippi, e para vencer, Asya respondeu a uma pergunta sobre a liberdade de usar armas nos Estados Unidos. "Eu acho que a educação deve estar disponível para todos. Acredito que devemos exigir que as pessoas passem por cursos de treinamento e segurança antes de terem permissão para comprar uma arma e antes de receber uma licença. É importante não proibirmos as armas porque, obviamente, as pessoas vão encontrar uma maneira de conseguir o que desejam de qualquer maneira. Mas, acho que é o nosso direito na Segunda Emenda e só precisamos de mais segurança em torno disso", disse.

Cinquenta e uma (51) candidatas, de todos os estados e do Distrito de Columbia, participaram da competição.

Em segundo lugar ficou a Miss Idaho.

Trabalho

Asya terá agora pela frente cerca de um ano de trabalho como Miss USA, representando a organização em diversos eventos, inclusive caritativos. Ela também participará do Miss Universo 2020, cuja data ainda não está certa devido a pandemia.


Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com