Canal de Suez bloqueado pelo segundo dia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ever Given bloqueando o Canal de Suez, capturado pelo Instrumento MultiSpectral (MSI) da missão Copernicus Sentinel-2 em 24 de março de 2021 às 11:08 UTC

25 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O proprietário japonês de um enorme navio de contêineres que está bloqueando o Canal de Suez apresentou um pedido de desculpas, pois a crucial hidrovia permanece fechada ao tráfego de navios pelo segundo dia.

Operadores do navio de carga Ever Given de 400 metros, do tamanho de um arranha-céu, carrega 20.000 contêineres de mercadorias.

Em seu site, a empresa japonesa Shoei Kisen Kaisha escreveu “Lamentamos sinceramente por causar uma grande transtorno aos navios programados para navegar no Canal de Suez devido ao acidente deste navio”.

Aproximadamente 12 por cento do comércio total mundial passa pelo Canal de Suez, que liga a Europa e a Ásia ao conectar o Mediterrâneo ao Mar Vermelho. No final da quarta-feira, mais de 150 navios aguardavam para passar por ele.

Em uma entrevista coletiva em Tóquio na quinta-feira, o secretário-chefe do gabinete japonês, Katsunobu Kato, disse que o governo japonês está trabalhando em estreita colaboração com as autoridades egípcias sobre a situação. No entanto, Kato disse, "não há tempo estimado para que seja resolvido."

A Autoridade do Canal de Suez mencionou que cerca de 50 navios por dia passam pela hidrovia de 193 quilômetros feita pelo homem, incluindo petroleiros. A empresa de pesquisa de mercado Kpler disse ao The New York Times que o canal é responsável por cerca de um décimo do suprimento diário de petróleo do mundo.

O canal também é uma importante fonte de renda para o Egito, que controla a hidrovia e arrecada uma média de US $ 700.000 por navio em pedágios.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit