Campanha presidencial paraguaia chega à reta final

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fernando Lugo, favorito à disputa.

18 de abril de 2008

A campanha eleitoral no Paraguai terminou ontem (17). Vários candidatos participaram na tarde de um último debate pela TV. Fernando Lugo, porém, ausentou-se, alegando falta de "condições políticas" devido aos ataques dos adversários. Ele fez um comício no final do dia, em Assunção.

Cquote1.png

A má notícia é que em nosso país, durante tanto tempo os ladrões da pátria, os que seqüestraram a esperança continuam entre nós e a boa notícia é que restam a eles três dias

Cquote2.svg
Fernando Lugo, candidato de centro-esquerda à presidência paraguaia



Blanca Ovelar, candidata governista.

O Brasil tem sido o principal mote das campanhas dos candidatos à Presidência. Além de Lugo, os principais candidatos são o ex-general Lino Oviedo e a governista Blanca Ovelar. Dentre as questões mais debatidas, estão as tarifas pagas pelo Brasil pela energia de Itaipu Binacional, a forte presença de brasileiros na produção de soja e carne do Paraguai e o destaque para a quantidade crescente de paraguaias que atravessam a fronteira para ter um filho no Brasil ou na Argentina, onde, acreditam, podem ter mais oportunidades para elas e a família.

Lino Oviedo, ex-general e candidato à Presidência paraguaia.

O encerramento da campanha de Ovelar foi feito na cidade de Concepción, no interior do país. Já Lino Oviedo encerrou a sua campanha com uma carreata até o centro da capital. No final do trajeto, ele assinou um documento onde se compromete a honrar o seu governo e o povo paraguaio.

Esta eleição pode marcar o fim da hegemonia do Partido Colorado no poder do país desde 1947.


Fontes