Cai ministro costa-riquenho que denunciou nexos políticos das FARC

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

VOA

1 de abril de 2008

O Ministro da Segurança da Costa Rica, Fernando Berrocal, afastou-se de seu cargo depois de ter acusado políticos locais os quais não identificou de ter estreitos vínculos com rebeldes colombianos das FARC.

Na declaração emitida no domingo pelo Presidente Oscar Árias, não está claro se Berrocal renunciou ou foi despedido.

Os comentários de Berrocal vieram depois da descoberta de um computador portátil apreendido em um ataque das forças colombianas a rebeldes das FARC no Equador, no começo de março.

A informação no computador levou investigadores até uma casa perto de San José, capital costa-riquenha, onde descobriram um cofre com 480 mil dólares.

Berrocal disse que o computador também continha dados que vinculavam o que ele chamou de "setores de políticos locais com as FARC".

Berrocal estava escalado para testemunhar esta semana perante o Congresso da Costa Rica sobre as conexões das FARC.


Public domain Esta notícia é uma transcrição parcial ou total da Agência Voice Of America (VOA).
Este texto tem licença de
Domínio Público.
Veja toda a licença e os termos de uso (copyright) na página da agência


Fontes