COVID-19 interrompe protestos de rua em Ecaterimburgo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de abril de 2020

Rua vazia em Ecaterimburgo, no dia 6 de abril de 2020

Medidas antiepidêmicas em Ecaterimburgo, na Rússia, levaram à suspensão de protestos de rua, incluindo o piquete tradicional em defesa dos presos políticos "Estratégia-6". A manifestação é realizada pelo movimento Ecaterimburgo pela liberdade no dia 6 de cada mês, sempre na Praça do Trabalho, região central da cidade.

Normalmente participam entre vinte a cinquenta pessoas da oposição não sistêmica (de anarquistas a liberais). As autoridades geralmente autorizam essas manifestações e não detém ninguém. Apenas três vezes nos últimos anos as autoridades impediram a sua realização: em 2018, devido a visita de Vladimir Putin e da Copa do Mundo, e setembro de 2019.

A não autorização causou críticas de ativistas que responderam com ações judiciais e protestos individuais nos anos anteriores. No entanto, o piquete agendado para 6 de abril de 2020 não ocorreu, uma vez que todos os eventos de rua em massa foram proibidos em decorrência da pandemia de COVID-19. Um correspondente da Wikinotícias foi à Praça do Trabalho para verificar se havia algum manifestante.

"No tempo tradicional do piquete, não havia ninguém na praça — nenhum manifestante, nenhum policial, nenhum oficial coordenando as ações de rua em Ecaterimburgo", afirmou ele. Em geral, naquele dia, durante uma hora andando no centro de Ecaterimburgo, o correspondente do Wikinotícias não viu um único policial. Durante a semana seguinte, o correspondente não notou um único piquete de rua na cidade.

Fontes

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador.
Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com