COVID-19: pelo menos 3 milhões de vidas salvas na Europa graças à quarentena

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de junho de 2020

De acordo com um estudo britânico do Colégio Imperial de Londres, publicado na prestigiada revista Nature, a quarentena em 11 países da Europa impediu a morte de 3,1 milhões de pessoas e reduziu a taxa de proporção da COVID-19 em 82%, em média.

Mas nem todos os países foram afetados pelo vírus da mesma maneira. O estudo mostra que 8% da população belga contraiu o vírus, mas esse número cai para 5,5% na Espanha, 5,1% no Reino Unido, 4,6% na Itália, 3,4% na França e apenas 0,85% na Alemanha.

O estudo se concentrou nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Itália, Noruega, Reino Unido, Suécia e Suíça.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com