COVID-19: mais de 2,5 mil profissionais da Saúde já morreram infectados pelo Sars-Cov-2

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram


Em matéria divulgada ontem em seu website, a OPAS anunciou que 570 mil profissionais da saúde já ficaram doentes e mais de 2,5 mil morreram após se infectar com o vírus Sars-Cov-2, causador da Covid-19, no Continente Americano. Segundo a diretora da organização, Carissa F. Etienne, as Américas têm o maior número de profissionais de saúde infectados entre todos os continentes.

A matéria publicada pela OPAS explica que "nos EUA e México - que têm uma das contagens de casos mais altas do mundo - os trabalhadores de saúde representam um em cada sete casos" e que "estes dois países respondem por quase 85% de todas as mortes por Covid-19 entre trabalhadores de saúde em nossa região".

Etienne citou entre os vários motivos da contaminação dos profissionais a falta inicial de treinamento para lidar com os pacientes infectados e a falta de EPIs. "Manter suprimentos suficientes de EPIs e garantir que todos sejam treinados de forma eficaz no controle de infecções para evitar que arrisquem a própria saúde é fundamental", ressaltou ela.

No dia 31 passado, a ainda OPAs emitiu um Alerta Epidemiológico, instando os estados-membros a fortalecerem a capacidade dos serviços de saúde e a equiparem os profissionais de saúde com os recursos e treinamento apropriados.

Entre os profissionais da saúde mais expostos ao vírus estão os que trabalham diretamente no cuidado com os pacientes, como médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, técnicos de radiografia e tomografia, fisioterapeutas, entre outros.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit