COVID-19: Japão entra em recessão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de maio de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A economia japonesa entrou em recessão pela primeira vez desde 2015. A atividade econômica no Japão e no exterior foi prejudicada pela pandemia de COVID-19.

Os dados divulgados ontem (18), pelo gabinete, mostram que o PIB do Japão caiu 3,4% no primeiro trimestre. Como também declinou no último trimestre do ano passado, estamos falando de dois trimestres consecutivos de recessão econômica.

A pandemia de COVID-19 exacerbou uma situação já difícil para a terceira maior economia do mundo, que está lutando para lidar com as consequências de aumentar o imposto sobre vendas e um poderoso tufão.

A pandemia levou à introdução de quarentena em todo o mundo, uma tentativa de retardar a propagação do vírus. O Japão não foi muito afetado pela epidemia em comparação com muitos outros países do mundo: mais de 16 mil casos registrados no país, mais de 700 pessoas morreram.

No entanto, o primeiro-ministro Shinzo Abe impôs um estado de emergência em Tóquio e seis outras prefeituras em abril por temores de que a epidemia sobrecarregue o sistema de saúde do Japão. Mais tarde, o estado de emergência foi brevemente estendido por todo o país.

O governo anunciou um pacote de estímulo de US$ 990 bilhões para mitigar os efeitos econômicos negativos da pandemia. Esse valor inclui pagamentos diretos a famílias e pequenas empresas, totalizando US$ 55 bilhões.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit