Britânicos reclamam do excesso de notícias divulgadas pela BBC sobre a morte do Príncipe Philip

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Após interromper boa parte de sua programação normal diária desde sexta feira para dar cobertura, na rádio e na televisão, à morte do Príncipe Philip, a BBC recebeu centenas de reclamações de telespectadores e ouvintes insatisfeitos.

"Recebemos queixas sobre uma cobertura televisiva excessiva sobre a morte de sua Alteza Real o príncipe Filipe, duque de Edimburgo. Pedimos que deixem os seus e-mails para registar as suas queixas a respeito disso, enviaremos a resposta da BBC assim que for possível", a emissora tem esclarecido.

A BBC é uma rede pública financiada por um imposto especial que costuma dar ampla cobertura a eventos relacionados à Família Rela Britânica, como casamentos.

Por outro lado, o canal público Channel 4 foi criticado justo por ter feito o contrário: ter mantido a sua programação habitual, dando pouco destaque à morte do Duque de Edimburgo, ocorrida no dia 09 passado.

Funeral

O funeral e enterro de Philip ocorrerão no sábado próximo (17/04) à tarde. Devido à pandemia de covid-19, que ainda obriga à adoção de medidas de distanciamento e isolamento social, apenas 30 pessoas próximas participarão da cerimônia.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou ontem que, após analisar a situação com cuidado, decidiu não participar do funeral, dando preferência para que pessoas próximas ao Duque possam estar presentes à cerimônia de adeus.

Notícia Relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit