Brasileiro é confundido com terrorista e morto pela polícia britânica por engano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de julho de 2005

A polícia britânica afirmou que matou por engano o brasileiro Jean Charles de Menezes, 27 anos, oriundo de Minas Gerais. Segundo as autoridades, ele foi confundido com um terrorista que teria participado dos atentados no metrô de Londres na quinta-feira (21). Segundo a Agência Brasil, o Ministério das Relações Exteriores confirmou o fato em nota oficial e afirmou que o governo brasileiro ficou "chocado e perplexo" ao tomar conhecimento da morte do brasileiro "aparentemente vítima de lamentável erro".

O erro foi admitido pela Scotland Yard que informou que o brasileiro não tinha nenhuma relação com qualquer grupo terrorista. Segundo ela, o acidente ocorreu porque o brasileiro se recusou a obedecer as ordens de parar das autoridades.

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim disse que viajaria ontem a Londres para participar de reuniões sobre a reforma das Nações Unidas e que vai conversar com o secretário do Exterior da Inglaterra, Jack Straw, a fim de obter informações sobre a morte do brasileiro.

Em nota oficial, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que o Brasil sempre condenou todas as formas de terrorismo e mostrou-se disposto a contribuir para a erradicação desse flagelo dentro das normas internacionais, e que aguarda explicações das autoridades inglesas sobre as circunstâncias da morte de Jean Charles.

Notícias relacionadas

Fontes