Brasil registra primeiro caso confirmado de COVID-19 em gato

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de outubro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Um gato fêmea de poucos meses é o primeiro animal a apresentar teste positivo para o novo coronavírus no Brasil. O caso foi descoberto em Cuiabá, no Mato Grosso. Ela não apresenta sintomas de COVID-19 e foi infectada por seus proprietários neste mês durante o isolamento social. Duas outras infecções suspeitas também são investigadas, de outro cão e gato. As informações são do Jornal Opção.

Valéria Dutra, professora da Faculdade de Medicina Veterinária da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), implantou o teste de biologia molecular RT-PCR para confirmação do diagnóstico de gatos, considerado o teste de biologia molecular RT-PCR considerado padrão ouro para detecção de novas infecções por coronavírus.

O cientista alertou que as pessoas infectadas com coronavírus devem ser isoladas de animais. Este gato foi infectado por Sars-CoV-2 porque ela estava em contato com o dono durante o isolamento.

Este caso disparou um aviso sobre o perigo de espalhar o coronavírus para os animais. Pesquisou a hipótese de que eles podem contaminar humanos e outros animais. Isso não só aumentará a rota de transmissão, mas também aumentará a biblioteca de vírus, embora atualmente sejam hipotéticos e não haja evidências.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos relataram que mais informações sobre o vírus ainda são necessárias, mas "em alguns casos, especialmente após contato próximo com as pessoas, parece se espalhar de humanos para animais. Doente."

Em laboratórios chineses, foi provado que os gatos podem transmitir doenças a outros gatos. Mas não está claro se eles podem ser transmitidos aos humanos, mesmo que a infecção entre gatos seja fácil. Suponha que não seja esse o caso.

Fontes