Brasil: Ricardo Salles deixa chefia do Ministério do Meio Ambiente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

23 de junho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Em nota oficial emitida pouco após as 19 horas desta noite, o Governo Bolsonaro comunicou que Ricardo Salles não era mais o ministro do Meio Ambiente.

Diz a Nota à Imprensa: "O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, junto com sua equipe, demais ministros e o presidente da República, Jair Bolsonaro, trabalharam por dois anos e meio para conciliar a defesa do meio ambiente com o necessário desenvolvimento econômico sustentável. Respeitando e valorizando todos os setores produtivos, através de uma agenda liberal foi possível reforçar a preservação do meio ambiente e trazer mudanças necessárias, com bom senso e respeito às leis, colocando as pessoas no centro das atenções. A partir de agora, o Ministério do Meio Ambiente terá à frente o Sr. Joaquim Alves Pereira Leite, até então secretário da Amazônia e Serviços Ambientais, que saberá avançar ainda mais no aprimoramento das questões ambientais do Brasil, a maior potência agroambiental do planeta".

Polêmicas

Salles protagonizou diversas polêmicas à frente do Ministério, incluindo a fala de "ir passando a boiada", divulgada após uma reunião ministerial no ano passado, em que ele sugeria mudanças nas leis ambientais enquanto a imprensa e o público estivessem concentrados na pandemia da covid-19.

Mais recentemente, ele se envolveu numa polêmica com a Polícia Federal quando tentou liberar, para exportação, uma carga de madeira ilegal aprendida pelo órgão policial.


Notícia Relacionada

Fontes