Bolsonaro fracassa ao tentar provar fraudes nas eleições

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de agosto de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Bolsonaro envolveu-se em mais uma polêmica na quinta-feira passada (29/07) quando fez uma live para provar que havia fraudes nas eleições no Brasil, sem, novamente, conseguir apresentar provas de suas acusações. “Ao lado do ministro da Justiça, Anderson Torres, Bolsonaro teve de reconhecer que não tem provas de ocorrência de fraude nenhuma. Ele se limitou a apresentar teorias antigas e comprovadamente falsas que circulam na internet já desmentidas pelo Tribunal Superior Eleitoral e por serviços de checagem da imprensa”, disse a jornalista Renata Vasconcellos na edição do dia 30 do Jornal Nacional, chamando a live de “fracasso”.

O presidente brasileiro tem constantemente feito falsas declarações sobre diversos assuntos – uma das mais conhecidas e polêmicas é sobre a eficácia da cloroquina contra covid-19, por exemplo - e voltou, há semanas, a acusar o sistema eleitoral de ser fraudulento, o que levou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a fazer diversas postagens em seu Twitter para esclarecer o assunto, inclusive sobre as eleições presidenciais de 2014, quando o candidato Aécio Neves pediu uma auditoria e teve comprovada a legalidade da votação (veja algumas postagens aqui e aqui).

Segundo o serviço de checagem de fake news “Aos Fatos”, o presidente brasileiro já deu 3.496 declarações falsas ou distorcidas em seus 940 dias como chefe de estado, até o dia 27 passado.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit