Bolívia e Peru assinam acordo sobre saída para o Pacífico

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

20 de outubro de 2010

A Bolívia e o Peru assinaram ontem (19) um acordo que pode encerrar um dos principais problemas bolivianos, a ausência de saída para o mar.

O presidente do Peru, Alan García, ofereceu ao presidente da Bolívia, Evo Morales, o direito de uso do Porto de Ilo para negociar a venda de gás, trânsito livre de embarcações e condições de acesso por 99 anos. As informações são da agência oficial de notícias da Bolívia, a ABI.

Cquote1.png

Nós invocamos o diálogo bilateral que leve à recuperação da justiça que é para a Bolívia ter uma saída. É injusto que a Bolívia não tem saída para o oceano

Cquote2.svg
Alan García



A iniciativa peruana de oferecer o uso do Porto de Ilo não é nova. Em 1992, o ex-presidente da Bolívia, Jaime Paz Zamora, e o do Peru, Alberto Fujimori, assinaram um documento estabelecendo a parceria. Mas o acordo nunca foi executado.

"As circunstâncias atuais exigem essa atualização. É um novo protocolo para alcançar as metas (definidas pelos presidentes dos dois países)”, disse García.

Segundo o protocolo, serão construídas instalações para o trânsito de embarcações da Bolívia, um resort de praia e áreas destinadas a esportes e uma zona de livre por um período inicial de 99 anos. Com isso, a Bolívia poderá exportar seus produtos sem encargos tarifários.

O presidente peruano disse ainda que o “Peru jamais será um obstáculo” para a Bolívia. "Estamos juntos no desejo de fortalecer e revitalizar a nossa amizade e solidariedade fraterna, encerrando todos os tipos de discussões envolvendo palavras. As palavras se vão com o vento, mas a irmandade dos povos permanece para sempre" , disse García. Recentemente os dois países passaram por um longo período de relações tensas.

Cquote1.png

Aqui só falta soberania marítima (...). Este protocolo nos dá muita esperança. Em nome do povo boliviano digo muito obrigado, senhor presidente. Você nos ajuda, presidente, para que a Bolívia, cedo ou tarde, volte ao mar. O retorno ao mar é irrenunciável para os bolivianos

Cquote2.svg
Evo Morales, em agradecimento



A Bolívia perdeu a sua saída para o mar na Guerra do Pacífico ocorrida entre 1879 e 1883. O conflito armado envolveu a Bolívia e o Peru contra o Chile.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati