Bissau: revisão da Constituição pode criar crispação entre Cassamá e Embaló

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Na Guiné-Bissau, há prenúncio de mais uma crispação política envolvendo o Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, e o Parlamento. Em causa, a proposta de revisão constitucional.

Esta semana, o presidente do Parlamento, Cipriano Cassamá, ignorou as deligências de Sissoco Embaló, que avançou com uma proposta própria sobre a revisão da Constituição da República.

“O Parlamento é a única instituição competente para proceder qualquer revisão constitucional na Guiné-Bissau,” disse Cassamá, na sua primeira abordagem pública sobre a iniciativa unilateral da revisão constitucional proposta por Sissoco Embaló.

“O problema é deles [Parlamento]. O que eu criei [proposta constitucional] é meu problema. Agora veremos qual é a proposta que vai ser submetida ao referendo popular”, respondeu Sissoco Embaló.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com