Biden visita o Reino Unido em sua primeira viagem internacional como presidente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de junho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, e Boris Johnson, primeiro-ministro britânico, se encontraram hoje na Cornualha, antes da Cúpula do G7 no Reino Unido.

O primeiro-ministro deu as boas-vindas ao presidente Biden em sua primeira visita ao exterior como presidente, enquanto líderes dos países do G7 aguardam com expectativa discussões importantes na Cúpula nos próximos dias.

O primeiro-ministro e o presidente discutiram a importância do relacionamento entre o Reino Unido e os Estados Unidos para proteger os britânicos e estado-unidenses, impulsionar a prosperidade em ambos os países e promover os valores das duas nações em todo o mundo.

Eles também falaram sobre uma série de questões envolvendo a política externa, incluindo Afeganistão, China, Irã e Rússia.

As duas autoridades concordaram que a parceria Reino Unido-Estados Unidos era mais importante do que nunca, à medida que há desafios comuns, como as mudanças climáticas e a recuperação após a pandemia da covid-19.

O primeiro-ministro e o presidente concordaram que a revitalizada Carta do Atlântico hoje publicada é um testemunho adequado da amplitude e profundidade da cooperação entre os dois países.

Biden e Johnson resolveram levar essa cooperação ainda mais longe, expandindo o comércio e a progressão em direção a um futuro Acordo de Livre Comércio entre os dois países, um acordo que criaria empregos e traria novas oportunidades para as duas nações.

Observando a importância não apenas dos vínculos comerciais, mas também humanos, entre o Reino Unido e os Estados Unidos, eles também concordaram em trabalhar para retomrar as viagens e continuar a compartilhar informações que ajudarão a derrotar a disseminação do coronavírus nos dois países e internacionalmente.

O primeiro-ministro e o presidente reafirmaram seu compromisso com o Acordo de Belfast (Sexta-feira Santa) e com a proteção dos benefícios do processo de paz. Os líderes concordaram que tanto a União Europeia quanto o Reino Unido têm a responsabilidade de trabalhar juntos e encontrar soluções pragmáticas para permitir o comércio livre entre a Irlanda do Norte, a Grã-Bretanha e a República da Irlanda.

O primeiro-ministro destacou suas ambições de expandir ainda mais as oportunidades para todas as pessoas na Irlanda do Norte e espera que os Estados Unidos continuem a trabalhar com o Reino Unido para aumentar a prosperidade norte-irlandesa.

O primeiro-ministro disse esperar que o presidente Biden participe da cúpula da COP26, que acontecerá no Reino Unido ainda este ano. Os líderes concordaram em não apenas trabalhar para alcançar a emissão zero de CO2 em seus próprios países, mas também para garantir que as economias em desenvolvimento tenham acesso a tecnologias ecológicas.

Notícia Relacionada[editar | editar código-fonte]

Fonte[editar | editar código-fonte]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit