Biden apoia suspensão do imposto federal sobre o gás

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

22 de junho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente dos EUA, Joe Biden, está pedindo na quarta-feira que o Congresso suspenda o imposto federal sobre o gás do país para ajudar os consumidores a lidar com um aumento nos preços.

A Casa Branca disse em comunicado que o presidente está apoiando a suspensão do imposto de 18,4 centavos de dólar por galão até o final de setembro.

“O presidente Biden entende que uma isenção de impostos sobre o gás por si só não aliviará o aumento de custos que vimos”, disse a Casa Branca. “Mas o presidente acredita que neste momento único em que a guerra na Ucrânia está impondo custos às famílias americanas, o Congresso deve fazer o que puder para dar espaço para as famílias trabalhadoras respirarem”.

A maior parte do dinheiro do imposto federal sobre o gás vai para projetos de construção de estradas. A Casa Branca disse que outras receitas podem cobrir o “custo de aproximadamente US$ 10 bilhões” da suspensão do imposto.

Os preços médios do gás nos Estados Unidos estão em cerca de US $ 5 por galão. Os preços dos combustíveis em todo o mundo aumentaram nos últimos meses, com recuperação da demanda, desafios de capacidade de refino e sanções contra o principal produtor de petróleo, Rússia.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, disse a repórteres na terça-feira que a questão é uma prioridade para Biden e que “todas as opções estão na mesa”.

Os opositores da suspensão do imposto, incluindo alguns parlamentares democratas, dizem que a medida não resolveria problemas de abastecimento e tiraria dinheiro das necessidades de infraestrutura.

Fontes[editar | editar código-fonte]