Beirute: polícia usa gás lacrimogêneo contra manifestantes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Em 6 de agosto, policiais dispararam gás lacrimogêneo contra ativistas no centro da capital libanesa, Beirute.

Os manifestantes tentaram romper o cordão envolta do palácio parlamentar. Observa-se que pedras e coquetéis molotov foram atirados contra os guardas. Em resposta, a polícia usou equipamento especial. Durante os confrontos, houve feridos de ambos os lados. As vítimas precisavam de atenção médica, escreve a agência TASS.

Na noite de 4 de agosto, uma forte explosão ocorreu no porto da capital libanesa. Segundo as autoridades locais, a causa do incidente foi a detonação de 2.750 toneladas de nitrato de amônio apreendidas pela alfândega em 2014.

De acordo com os últimos dados, mais de 150 pessoas morreram, cerca de 5 mil ficaram feridas. Sabe-se de cerca de 11 armênios mortos e 250 feridos. O luto foi declarado no país. Em Beirute, reconhecida como uma zona de desastre, um estado de emergência foi introduzido por duas semanas.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com