Bangladesh recebe a primeira remessa de urânio russo

Fonte: Wikinotícias

6 de outubro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O primeiro carregamento de urânio russo foi oficialmente entregue quinta-feira ao Bangladesh para abastecer a única central nuclear do país, atualmente em construção.

O urânio está em Bangladesh desde o final do mês passado, mas foi oficialmente entregue às autoridades em uma cerimônia que contou com a presença, via videoconferência, da primeira-ministra de Bangladesh, Sheikh Hasina, e do presidente da Rússia, Vladimir Putin.

A construção da usina, chamada Rooppur, foi realizada pela Rosatom, a empresa estatal de energia nuclear da Rússia, e financiada por Moscou. Bangladesh recebeu um empréstimo de US$ 11,38 bilhões para o projeto, a ser pago ao longo de duas décadas, começando em 2027. O empréstimo financiou 90% da construção.

Rooppur é a primeira de duas fábricas a serem construídas em Bangladesh com a ajuda da Rosatom.

Depois de concluído, Bangladesh se tornará o 33º país do mundo a produzir energia nuclear.

Após a conclusão, Rooppur deverá produzir 2.400 megawatts de eletricidade, o suficiente para abastecer 15 milhões de residências e, segundo Putin, será responsável por 10% do consumo de energia de Bangladesh.

A Rússia enfrenta atualmente sanções. No entanto, Sergey Lavrov, que se tornou o primeiro ministro dos Negócios Estrangeiros russo, garantiu à nação do sul da Ásia que o projeto seria concluído a tempo.

A relação tradicionalmente boa entre o Bangladesh e a Rússia não foi enfraquecida desde a invasão da Ucrânia.

Fontes