Banco do Brasil volta a ser o maior banco da América Latina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Edifício Sede III, em Brasília.

Agência Brasil

13 de agosto de 2009

O Banco do Brasil ultrapassou o Itaú Unibanco e voltou a ser a maior instituição em ativos no país e na América Latina. No segundo trimestre deste ano, os ativos totais do banco público chegaram a R$ 598,839 bilhões. O crescimento foi de 43,9% em 12 meses e de 1,2% em relação ao resultado do primeiro trimestre de 2009. Já os ativos do Itaú Unibanco atingiram R$ 596,4 bilhões ao final do segundo trimestre.

O BB havia perdido a liderança com a fusão do Itaú com o Unibanco. Segundo o banco público, nos ativos consolidados do segundo trimestre já foram consideradas todas as participações em empresas financeiras e não financeiras, assim como as incorporações do Banco do Estado do Piauí (BEP) e do Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) e a aquisição do controle acionário do Banco Nossa Caixa.

No primeiro semestre de 2009, o Banco do Brasil registrou lucro líquido de R$ 4,014 bilhões. Se forem desconsiderados os efeitos extraordinários, o lucro recorrente chegou a R$ 3,3 bilhões de janeiro a junho, montante 7,5% superior ao observado no mesmo período de 2008.

Apenas no segundo trimestre, o lucro líquido atingiu R$ 2,348 bilhões, crescimento de 41% em relação ao do período de janeiro a março deste ano e de 42,8% sobre o do mesmo período do ano anterior.

A carteira de crédito do Banco do Brasil encerrou junho em R$ 252,5 bilhões, expansão de 32,8% em 12 meses e de 4,4% na comparação com a do primeiro trimestre. Ao final do semestre, o volume de atraso acima de 90 dias, o que é considerado inadimplência, foi de 3,3%, superior aos 2,5% observados em junho de 2008, porém, inferior aos 4,4% apresentados pelo Sistema Financeiro Nacional.

Fontes

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador. Veja a página de discussão para mais detalhes.

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati