Ayrton Senna pode ter nome inscrito no livro de Heróis da Pátria

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

São Paulo • 2 de maio de 2016

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Diário Oficial da União publicou na edição do dia 29 de dezembro de 2015, a sanção da presidente Dilma Rousseff da lei que foi aprovada pelo Senado Federal que reduz de 50 para 10 anos o período necessário para que alguém seja homenageado no "Livro dos Heróis da Pátria" após sua morte. Com isso, Ayrton Senna poderá ser incluído nesta lista.

Sendo assim, Adilson Carvalho de Almeida, ex-diretor-presidente da "Torcida Ayrton Senna (TAS)", iniciou um abaixo-assinado para encaminhar a um parlamentar.

Portanto, em fevereiro de 2016, o deputado Eduardo Bolsonaro, deu entrada no projeto de lei na Câmara dos Deputados que pretende inscrever o nome do piloto brasileiro no "Livro de Aço dos Heróis da Pátria".

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit