Auxiliar de enfermagem infectada na Espanha com ebola tem melhora

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de outubro de 2014

Espanha

A auxiliar de enfermagem espanhola Teresa Romero, infectada com o vírus do ebola em Madri, continua evoluindo bem. Além disso, as 15 pessoas hospitalizados em observação permanecem assintomáticas. O comitê especial criado pelo governo espanhol para acompanhar a crise do ebola confirma a situação em comunicado emitido hoje, sem revelar detalhes mais precisos sobre o estado de saúde da auxiliar de enfermagem. "O estado de saúde da paciente hospitalizada no Hospital Carlos III evolui favoravelmente", diz o comunicado.

Sintomas

O comitê também está à espera da segunda prova (depois de uma primeira negativa) dos exames de três outras pessoas sob investigação, entre elas, um homem que usou a mesma ambulância que transportou Teresa Romero. Segundo o último balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), o ebola causou mais de 4.500 mortos em cerca de 9 mil casos registados na Libéria, Serra Leoa e Guiné-Conacri, os mais afetados. Também já houve registros na Nigéria, no Senegal, na Espanha e nos Estados Unidos.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati